A Revista do Expresso

Séries sobre crimes reais são uma tendência crescente porque compensam. E por mais do que uma razão

19 novembro 2022 20:44

O momento é de encher o mercado de horas originais. As séries em catadupa retêm clientes e evitam que a concorrência roube assinantes. Mas existe o direito de filmar a vida alheia? A pergunta é pertinente porque as histórias, embora baseadas em factos reais, são contadas com liberdade criativa. No fim, tomamo-las como verdadeiras. Em “Dahmer”, que esteve cerca de quatro anos em desenvolvimento e produção, muitos dos diálogos são invenção dos argumentistas e destinam-se a contribuir para o retrato geral do personagem central da série

19 novembro 2022 20:44

Há 63 anos, dois homens saídos há pouco da cadeia, Perry Smith e Richard “Dick” Hickock, entraram na quinta pacata de Herb Clutter numa pequena cidade no Kansas e mataram a família inteira, pai, mãe e os dois filhos. A intenção dos dois homens era chegar à fortuna de Herb e começar uma nova vida no México. Na manhã de 15 de novembro de 1959, entraram na casa depois de uma longa viagem. Esperavam sair ricos. A família ainda dormia, quando os dois bandidos foram à procura de um cofre que um homem com quem partilharam a cadeia lhes garantira existir. Era uma informação falsa. A frustração por não terem encontrado nada levou a que Smith desse um tiro na cabeça de Herb, depois de lhe cortar a garganta. O homicídio levou à decisão de não deixarem testemunhas e o filho Kenyon foi também morto com um tiro, como a sua irmã e depois a sua mãe. Depois de assassinarem os quatro, os matadores acabaram por levar um rádio e 40 dólares. Seriam detidos em Las Vegas, seis semanas depois. Foram julgados, condenados à morte e executados por enforcamento em 1965. Smith tinha 36 anos, Hickock, 33.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.