A Revista do Expresso

Diáspora ucraniana. Comunidade é a quinta maior em Portugal, conta com 40 mil pessoas e pode crescer

11 março 2022 11:52

Tiago Soares

Tiago Soares

Jornalista

As maiores diásporas do mundo pertencem a países que ficam longe da Europa, justamente o continente com os maiores fluxos migratórios registados nos últimos anos. Portugal tem uma diáspora extensa, mas sobre a qual ainda falta informação

11 março 2022 11:52

Tiago Soares

Tiago Soares

Jornalista

Já me telefonaram várias pessoas a perguntar por Portugal. A minha mensagem é sempre a mesma: é um país magnífico, que recebe toda a gente de braços abertos.” A garantia é dada por Oleh Hutsko, 59 anos, e uma das cerca de 40 mil pessoas que compõem a diáspora ucraniana em terras lusas. “A diáspora até pode aumentar a longo prazo por causa desta guerra, porque em Portugal já há muitos ucranianos e as pessoas vêm para cá muito na base do ‘passa a palavra’”, explica Oleh, que chegou a Portugal em 1999 e já é cidadão nacional.

As últimas estimativas da Organização Internacional para as Migrações (OIM) apontam para a existência de 281 milhões de migrantes registados em todo o mundo. As pessoas que vivem num país diferente daquele onde nasceram correspondem a cerca de 3,6% da população mundial. Este número inclui requerentes de asilo, mas não refugiados: estes, como os milhões de pessoas que estão a fugir da Ucrânia, são detentores de um estatuto próprio. A Índia é o país com a maior diáspora a nível mundial: há quase 18 milhões de indianos a viver fora do país, seguindo-se o México (11 milhões), a Rússia (10,8 milhões) e a China (10 milhões).