Revista de imprensa

Animais de estimação obrigados a ter microchip a partir desta terça-feira

25 outubro 2022 10:55

janie airey/getty images

Coimas podem ultrapassar os 44 mil euros

25 outubro 2022 10:55

A partir desta terça-feira, os animais de companhia são obrigados a ter microchip. De acordo com o “Jornal de Notícias”, a falta de identificação dos cães, gatos e furões pode custar aos donos entre os 50 e os 44.890 euros de coima. A obrigatoriedade abrange todos os animais independentemente da data de nascimento.

A "obrigatoriedade da identificação, a longo prazo, acabará com o abandono dos animais", explica o bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários (OMV), Jorge Cid. O bastonário alerta que em algumas freguesias os donos de cães registados no Sistema de Identificação de Animais de Companhia (SIAC) são obrigados a pagar uma licença. Este pagamento faz com que alguns donos evitem fazer o registo. “Deviam desaparecer”, refere Jorge Cid, acrescentado que os preços da colocação do microchip são “sempre muito baixos”, havendo algumas câmaras que oferecem a colocação.

O presidente da Associação Nacional dos Médicos Veterinários dos Municípios (ANVETEM), Ricardo Lobo, acredita que estas campanhas gratuitas "perpetuam a irresponsabilidade". “As pessoas que levam os animais só por ser de graça, quando estes ficarem doentes, não vão cuidar deles”, diz.