Presidenciais 2021

Marcelo reeleito: “Entendo o sinal e retirarei as ilações”, “os portugueses querem mais e melhor”

25 janeiro 2021 1:31

Tiago Miranda

Tiago Miranda

Fotojornalista

tiago miranda

“O mais urgente de tudo é a pandemia”, para depois “podermos passar ao resto, tão essencial, que temos que fazer”. Honrado e agradecido pela prova de confiança de 60,7% dos eleitores, Marcelo Rebelo de Sousa falou pouco “do resto”. Mas disse ter “entendido o sinal: os portugueses querem mais e melhor”. Deu três anos ao Governo para honrar os 50 anos de abril.

25 janeiro 2021 1:31

Tiago Miranda

Tiago Miranda

Fotojornalista

O discurso de vitória de Marcelo Rebelo de Sousa foi quase monofocado em torno da pandemia. Ele próprio o disse - "o mais urgente do urgente é a pandemia" - e o primeiro sinal chegou logo nas suas primeiras palavras, quando começou por dar os números atualizados de internados e vítimas mortais da covid-19. Para concluir que "temos de reforçar a iniciativa, a firmeza e a capacidade de aprender mais depressa com o imprevisto, com o que acertamos e com o que erramos" na gestão da pandemia.