Prémios do Imobiliário

Preservar o património

23 maio 2022 17:57

Nos últimos três anos os Prémios do Imobiliário mostraram o que se tem feito em território nacional, no domínio da reabilitação e reconstrução

23 maio 2022 17:57

A atual edição dos Prémios do Imobiliário, organizados pelo Expresso e SIC Notícias, volta a distinguir os melhores projetos de habitação, comércio, escritórios, turismo e equipamento público/património cultural, na área da reabilitação e reconstrução.

Mas até esta quarta edição, já diversas obras localizadas de norte a sul do país, foram distinguidas nesta categoria.

Na primeira edição desta iniciativa o júri atribuiu ao Palacete Barão de Santos, situado junto ao jardim do Príncipe Real, no centro histórico de Lisboa, a distinção na área da habitação. Já no turismo o prémio foi para o Le Monumental Palace Hotel, no Porto. De cinco estrelas, a recuperação manteve a glória deste imóvel histórico, ao qual foi acrescentado um toque de modernidade. A nova sede da Sociedade de Advogados Vieira de Almeida&Associados, foi distinguida no âmbito dos escritórios. Este espaço de trabalho resultou da reabilitação e reconversão de edificado industrial situado na zona de Santos, em Lisboa.

O Palácio Faria, um imóvel localizado em Lisboa, cuja traça foi preservada, foi o vencedor na habitação, há dois anos, na segunda edição destes prémios.

Nos escritórios venceu o LACS Anjos, também na capital que reconverteu um antigo tribunal num novo uso. No comércio foi a vez do Showroom Mantovani, em Loures e no espaço público a distinção recaiu na Casa do Cinema Manoel de Oliveira, em Serralves, no Porto. E no turismo o vencedor foi o Bairro Alto Hotel, em Lisboa. Um espaço que ocupa um quarteirão da cidade e engloba vários edifícios.

No ano passado e ainda nesta categoria de reabilitação e reconstrução e no domínio dos escritórios o vencedor foi o Palácio dos Correios, na Invicta, resultante da recuperação e ampliação de uma construção existente. Na habitação a vitória foi para o Palácio de Santa Helena, em Alfama, na capital, onde foram construídos apartamentos num palácio. A expansão do NorteShopping, em Matosinhos, com mais de mil metros quadrados novos de área, recebeu o prémio na vertente de comércio.

Ainda na reabilitação e reconstrução, mas no turismo, venceu o The Ivens Explorers Hotel, localizado no Chiado, em Lisboa e ocupa o imóvel onde funcionou a Rádio Renascença. No domínio do espaço público e património cultural foi distinguida a requalificação do Mercado Municipal de Braga, uma obra que modernizou este equipamento.

Agora é esperar para ver que mais obras vão ser distinguidas na edição de 2022.