Política

Oposição desconfia de plano de saúde de Moedas: “muita propaganda e pouca substância”

21 outubro 2022 17:40

tiago petinga/lusa

Sem revelar sentido de voto, esquerda na Câmara de Lisboa deixa muitas críticas ao plano de saúde gratuito para maiores de 65 anos. Participação dos privados na realização de teleconsultas e falta de resposta em consultas de especialidade são as principais críticas

21 outubro 2022 17:40

Sem revelar os sentidos de voto, a oposição à esquerda no executivo da Câmara Municipal de Lisboa reage ao plano de saúde apresentado por Carlos Moedas com desconfiança. E muitas críticas. O PS, principal partido da oposição, resume a proposta assim. “O que é novo no plano está a léguas do anunciado na campanha, o que é substantivo já existia.”