Política

Luís Montenegro acusa Governo de “desnorte” e “desleixo” na privatização da TAP

Uma face de  sucesso da TAP - a companhia assegura 62 das 100 frequências semanais existentes entre Portugal e os EUA
Uma face de sucesso da TAP - a companhia assegura 62 das 100 frequências semanais existentes entre Portugal e os EUA
Rafael Marchante/Reuters

“As escolhas têm consequências e eu quero que os portugueses estejam atentos às consequências das escolhas voluntárias, assumidas, convictas do Governo do PS”, criticou o presidente social-democrata

O presidente do PSD, Luís Montenegro, acusou esta quinta-feira o Governo de desnorte, desleixo e irresponsabilidade em relação ao processo de privatização da TAP, atuação que não pode passar em claro.

Este Governo, há sete anos, escolheu nacionalizar parte do capital da TAP. Escolheu sem estar obrigado a isso por nenhum compromisso anterior” e “escolheu remeter para o Estado o risco da operação que a TAP envolve enquanto operadora de transporte aéreo”, lembrou o líder social-democrata, em Estremoz.

Mas, “agora, sete anos depois, o primeiro-ministro e o ministro das Infraestruturas, como se nada se tivesse passado, anunciam a pretensão de privatizar a empresa”, disse Montenegro.

“De facto, isto é de um desnorte, de um desleixo, de uma irresponsabilidade que não pode passar em claro. As escolhas têm consequências e eu quero que os portugueses estejam atentos às consequências das escolhas voluntárias, assumidas, convictas do Governo do PS”, criticou.

O líder social-democrata resumiu desta forma a atuação do Executivo nos últimos anos: o Governo começou por cometer um crime político e financeiro com a TAP e agora está a brincar”.“Não se pode brincar com milhares de milhões de euros dos impostos dos portugueses, das empresas e das famílias portuguesas e fazer de conta que nada se passa”, censurou.

À margem de uma visita a uma quinta produtora de vinhos, no concelho de Estremoz, no âmbito do programa “Sentir Portugal” que está a realizar esta semana no distrito de Évora, Montenegro abordou, em declarações aos jornalistas, a TAP e o respetivo processo de privatização, lembrando que estes assuntos estiveram neste mesmo dia em discussão no Parlamento num debate de urgência pedido pelo PSD.

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: piquete@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas