Política

"Pela liberdade contra a intolerância": como o Parlamento celebrou os 200 anos da primeira Constituição portuguesa

23 setembro 2022 13:30

Rita Dinis

Rita Dinis

Jornalista

josé sena goulão

Sessão solene no Parlamento lembrou os direitos e liberdades conquistados com a revolução liberal de 1820. “Somos todos politicamente liberais”, disse Augusto Santos Silva depois de Alma Rivera, do PCP, ter criticado a falsa “modernidade” de que hoje se reveste o liberalismo. Com recados, críticas e um Governo pela metade, o Parlamento celebrou o princípio da igualdade

23 setembro 2022 13:30

Rita Dinis

Rita Dinis

Jornalista

Foi “o princípio do fim do Antigo Regime”, disse Joana Mortágua. O “princípio da igualdade”, completaria Augusto Santos Silva. Um “terramoto nas ideias", como descreveu Rui Tavares, ou o “amanhecer do constitucionalismo português” que consagraria o direito universal ao voto. Foi com a revolução liberal de 1820 e com a Constituição de 1822, a primeira Constituição portuguesa, que se consagrou pela primeira vez uma ideia central e inovadora: “o poder pertence às pessoas”, resumiria João Cotrim de Figueiredo.