Política

Nuno Melo junta Portas e Monteiro

1 abril 2022 18:53

Eunice Lourenço

Eunice Lourenço

Editora de Política

Congresso do CDS reúne-se este fim de semana em Guimarães para eleger o sucessor de Rodrigues dos Santos

1 abril 2022 18:53

Eunice Lourenço

Eunice Lourenço

Editora de Política

Nuno Melo, o eurodeputado que se candidata a presidente do CDS no congresso deste fim de semana, tem feito da “reconciliação” a palavra-chave da sua candidatura. “Filiei-me com Manuel Monteiro e fiz parte das direções de Paulo Portas. Acho muito importante reconciliar o CDS com o seu passado, começando por aí”, disse, em entrevista ao Expresso, há duas semanas. A “reconciliação” que deseja pode não acontecer no palco do congresso, em Guimarães, mas Nuno Melo vai conseguir juntar Portas e Monteiro no apoio à sua eventual liderança.

Ambos os ex-líderes estão inscritos para o congresso. Monteiro vai e pretende falar no sábado. Portas ainda não dá certezas se vai, mas dará garantidamente um sinal de confiança em Melo. “Antes ou depois do congresso darei certamente um sinal de reconhecimento ao Nuno Melo. Fui 16 anos presidente do CDS e, obviamente, sei que os resultados das últimas eleições puseram o partido numa situação de muito risco. Admiro a determinação do Nuno Melo em candidatar-se nestas circunstâncias”, diz.