Política

Rio ou Rangel? Tudo igual na economia, quase tudo diferente na política

22 novembro 2021 22:48

Rita Dinis

Rita Dinis

Jornalista

rui duarte silva

Na reta final da campanha interna para a liderança do PSD, Rio e Rangel foram entrevistados, à vez, pela RTP. Rio atacou o adversário por ter postura ziguezagueante, por ter de fazer "curso intensivo" para ser primeiro-ministro e por querer passar entre "os pingos da chuva" ao recusar dizer o que fará se não tiver maioria absoluta. Rangel atacou Rio por querer fazer acordos com o PS, por ter os notáveis socialistas do seu lado e aproveitou o tempo para fazer voz grossa contra Costa. No objetivo de governação, os dois concordam: é preciso inverter o modelo económico, pôr a economia a crescer e os salários a subir

22 novembro 2021 22:48

Rita Dinis

Rita Dinis

Jornalista

Foi o debate possível: perante a resistência de Rui Rio em debater com o adversário interno sob o argumento de não querer fazer campanha para dentro, mas sim para fora, a RTP entrevistou os dois candidatos à liderança do PSD e transmitiu as duas entrevistas uma a seguir à outra: uma em direto, outra gravada pouco antes. O resultado foi uma proximidade no modelo económico de governação para o país, e uma diferença nos atributos políticos: Rio quer convencer os militantes pela experiência (Rangel "tem de tirar um curso intensivo"), e Rangel quer convencer pela ambição - só fala no cenário de o PSD ganhar com maioria; aproveita todas as oportunidades para atacar o governo de António Costa e cola Rio ao PS sempre que pode.