Política

Jorge Sampaio (1939-2021). Diálogo de uma vida

18 setembro 2021 8:43

antónio pedro ferreira

“O consenso livre é a perfeição da República”, afirmou num dos últimos discursos como Presidente da República. Uma frase que sintetiza de forma feliz o seu ideal político e cívico: uma vida cheia e variada como poucos tiveram. Na véspera de ser internado para a última e fatal viagem, publicou um artigo em que resumiu muito do que foram os seus quase 82 anos: “A solidariedade não é facultativa, mas um dever”

18 setembro 2021 8:43

Jorge Fernando Branco de Sampaio nasceu em Lisboa, na freguesia de São Sebastião da Pedreira, às 19 horas de 18 de setembro de 1939. O pai, Arnaldo Sampaio, era um minhoto de Guimarães que teve uma notável carreira como médico de saúde pública. A mãe, Fernanda Bensaúde Branco, lisboeta, pertencia a uma família com raízes nos Açores e origens judaicas. A política e a diplomacia estavam no ADN familiar: o avô materno, Fernando Branco, fora ministro dos Negócios Estrangeiros de um Governo da ditadura militar chefiado pelo general Domingos de Oliveira. O segundo nome próprio, Fernando, foi, de resto, uma homenagem a esse avô.