Política

Autarcas do PSD afastam Chega de coligações pré-eleitorais

21 novembro 2020 12:11

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Presidentes de câmaras de norte a sul descartam a necessidade de um Congresso do PSD para clarificar o enlace de Ventura nos Açores e o possível alastramento do acordo regional para o plano nacional. A nível autárquico, entendimentos pré-eleitorais só com os compagons de route habituais ou, quando muito, com Iniciativa Liberal e Aliança, admite autarca de Braga

21 novembro 2020 12:11

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

A realização de um Congresso aventada pelo ministro do Ambiente de Passos Coelho, Jorge Moreira da Silva, para clarificar a dimensão da geringonça açoriana e as sequelas do apoio do Chega no plano político nacional é descartada por todos os autarcas sociais-democratas ouvidos pelo Expresso. Emídio Sousa (Santa Maria da Feira), Rogério Bacalhau (Faro), Ricardo Rio (Braga), José Ribau Esteves (Aveiro), Carlos Carreiras (Cascais) e José Luís Gaspar (Amarante) não veem qualquer utilidade numa reunião magna nesta altura. “Seria o cúmulo dos absurdos realizar-se um Congresso extraordinário por causa de um malabarista”, assevera Ribau Esteves. “Só uma certa intelectualidade, que vive numa bolha e não conhece as realidades locais, descortina mais do aquilo que o acordo insular prevê”, carrega Emídio Sousa.