Exclusivo

Política

Políticos e futebol: Marcelo fez o contrário de Costa (e discorda do apoio a Luís Filipe Vieira)

Políticos e futebol: Marcelo fez o contrário de Costa (e discorda do apoio a Luís Filipe Vieira)
MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Em 2013 integrou a Comissão de Honra do presidente do Braga, como professor catedrático. Em 2017, recusou reincidir por já ser Presidente da República. Marcelo discorda da cartilha ética de António Costa. Para o Presidente, o primeiro-ministro não devia ter dito 'sim' a Luís Filipe Vieira

Marcelo Rebelo de Sousa acha mal que titulares de cargos políticos ocupem cargos como o que o primeiro-ministro aceitou na Comissão de Honra da recandidatura do presidente do Benfica.

Quando tornou público que iria levar o assunto à reunião semanal com o primeiro-ministro, o Presidente da República quis que o país percebesse que o tema António Costa/Luís Filipe Vieira lhe cheirou a esturro ao ponto de merecer um pedido de explicações ao chefe do Governo. E a prova da sua discordância está na forma como Marcelo geriu, ao contrário de António Costa, o convite que em 2017 recebeu para apoiar o presidente do Braga.

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: AVSilva@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas