Política

Eleições legislativas 2019: PS promete tablets gratuitos

frederick florin/getty images

A carreira dos professores deverá voltar à agenda política: PSD, BE e PCP prometem devolver tempo de serviço. E todos apostam na expansão da oferta nas creches

14 setembro 2019 16:36

Mais de uma década depois da distribuição dos computadores Magalhães às crianças do 1º ciclo e de portáteis a preços reduzidos a alunos e professores do secundário — na era de José Sócrates —, o programa eleitoral socialista volta a prometer mais investimento na digitalização das escolas, o que passa por reequipar os estabelecimentos de ensino, mas não só. O PS promete implementar um “programa de entrega gratuita de tablets a alunos no início de cada ciclo de escolaridade”.


A informação consta de uma nota enviada ao Expresso a propósito do impacto financeiro das medidas no programa eleitoral do PS e, ainda que não entre em pormenor sobre a operacionalização da distribuição de tablets — não se sabe, por exemplo, se os aparelhos se destinam a alunos logo no 1º ciclo (antiga primária) — apresenta os custos estimados: o investimento ronda os €30 milhões ao longo da legislatura (correspondendo a um valor médio anual de €8 milhões), calculam os socialistas. A ideia será também abrir caminho a uma aposta maior na utilização de manuais digitais (por oposição aos livros em papel) e outros instrumentos pedagógicos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)