Expresso da Manhã

Escolas não podem fechar. Ainda há 200 mil desligados

O Governo mantém-se firme na vontade de manter as escolas abertas, mesmo com um novo confinamento geral. O ensino à distância acentua as desigualdades, salientou António Costa quando, em abril de 2020, prometeu um computador com internet para todos os alunos. Entre os 300 mil estudantes carenciados, só 100 mil receberam o kit tecnológico, para os professores os restantes são “os desligados”. Acresce que os pais que ficarem em casa para apoiar menores de 12 anos custam centenas de milhões de euros ao orçamento. Neste episódio falamos com Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas, e Isabel Leiria, jornalista do Expresso

tiago pereira santos

De segunda a sexta-feira, a análise das notícias que sobrevivem à espuma dos dias. Neste podcast matinal, Paulo Baldaia conversa com os jornalistas da redação do Expresso, correspondentes internacionais e comentadores para dar voz ao jornalismo especializado. Pode segui-lo no site do Expresso ou nas plataformas digitais Spotify, Apple Podcasts ou Soundcloud. Todas as manhãs um novo episódio com a análise e a síntese do que importa reter.