Bloco de Leste

BRICS: a aliança dos que “não são representados” e querem estar à mesa do poder

18 agosto 2022 8:00

Martim Silva

Martim Silva

Diretor-Adjunto

Hoje pela primeira vez neste programa não vamos falar de um país, ou de uma região. Mas de uma organização. De um clube político. Uma aliança, se assim quisermos. Há pouco mais de uma década que um conjunto de países chamados emergentes se decidiram unir neste clube, cujo acrónimo BRICS identifica precisamente os seus membros: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. Se olhamos para esta guerra, temos aqui a Rússia, que a iniciou, e um conjunto de países muito relevantes e que se distanciaram da chamada aliança ocidental contra Putin. Para nos ajudar na conversa contamos com a professora Ana Santos Pinto

18 agosto 2022 8:00

Martim Silva

Martim Silva

Diretor-Adjunto

Os BRICS são uma designação que nasce de um relatório da Goldman Sachs de 2001. Não são uma designação auto-gerada. E foi a partir daí que estes países se começaram a reunir e juntar esforços, no início da última década.

Estes quatro países representam 40 por cento da população mundial e um quarto da economia do planeta. "Esta é uma guerra com impacto mundial, sentimos a diferença no preço dos cereais e dos combustíveis", por exemplo. Daí, como explica Ana Santos Pinto, a importância de olharmos para estes países, para os seus interesses e para o que representam neste conflito.

O que querem eles, afinal? "É uma diferença face ao modelo de liberalismo económico que tem dominado". É como se dissessem "Nós representamos a voz dos que não são representados, o sul global", explica Ana Santos Pinto, investigadora do IPRI, especialista em Segurança Internacional, doutorada em Relações Internacionais pela FCSH-NOVA.

tiago pereira santos e mário henriques

A guerra é na Ucrânia, mas os efeitos fazem sentir-se em muitos outros países. O novo podcast do Expresso olha para Leste: da Polónia ao Cazaquistão, do Báltico à China. Todas as semanas um episódio dedicado a um país. Bloco de Leste é um projeto de Martim Silva, diretor-adjunto do Expresso.

Oiça aqui mais episódios: