Siga-nos

Perfil

Expresso

A Cristina, o Marcelo e a sala de todos nós

A perspetiva de ver um Presidente da República irromper por um programa televisivo, popular e de entretenimento, é perturbadora. Mas não é propriamente uma surpresa que Marcelo Rebelo de Sousa o faça. Afinal, Marcelo Presidente é a continuação do Marcelo comentador, que se tornou candidato incontornável precisamente por força da sua omnipresença mediática. No que o distinguiu sempre de todos os outros candidatos potenciais (ou mesmo de todos os outros políticos), Marcelo é quem, em Portugal, melhor interpretou os novos tempos mediáticos, nos quais a intermediação é menor e a distinção entre informação e entretenimento tem fronteiras mais fluidas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)