Siga-nos

Perfil

Expresso

Um bom princípio

Do ponto de vista estritamente tático, António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa tinham toda a vantagem na recondução da procuradora-geral da República. Para o primeiro-ministro era mais uma oportunidade de se demarcar de José Sócrates e de esvaziar uma reivindicação central da direita, para o Presidente uma forma de reaproximação ao seu espaço político de origem, que tem assistido com desconforto ao respaldo que Marcelo tem dado à ‘geringonça’.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)