Opinião

O cansaço e quem o aproveita

20 janeiro 2023 0:34

Esta explosão de protesto tem razões objetivas e negociáveis. Mas também resulta de um sistema burocrático e pesado que foi fazendo vítimas e criando ressentimentos, tendo cada vez menos energia para se tornar mais leve

20 janeiro 2023 0:34

A ‘geringonça’ esteve para morrer em 2019, quando BE e PCP defenderam a contagem integral do tempo de carreira congelada aos professores. Rui Rio roeu a corda e o país político suspirou de alívio. Os mesmos que agora demonstram uma enorme com­preensão com a indignação dos docentes criticaram, na altura, a irresponsabilidade de lhes querer dar o que lhes era devido. Mas a estabilidade política paga-se, às vezes, em instabilidade social no futuro. É o que está a acontecer agora. Por mim, o que era justo então é justo agora: os professores têm direito aos seis anos e meio perdidos. Se a progressão na carreira é insustentável, negoceia-se uma nova carreira.