Opinião

A pergunta que falta no questionário a candidatos ao Governo

19 janeiro 2023 13:27

Não será este questionário de 36 perguntas a tornar o processo de recrutamento para o Governo menos angustiante. Pelo contrário, o mesmo passa o ónus da avaliação da idoneidade do candidato para o Governo, como se este fosse uma entidade supervisora. Além do mais, o questionário esquece, obviamente, uma pergunta fundamental: quais as suas ligações ao partido que suporta o Governo? Esta não precisa de ser feita, porque o Governo saberá bem qual a resposta

19 janeiro 2023 13:27

Imagine, amigo leitor, que é sondado para ministro. Tem provas dadas em determinadas áreas, pensa que tem obrigação de dar o seu contributo cívico e sente-se capaz de o fazer. Também, está disponível para, durante um período de tempo que ignora, aceitar os sacrifícios da opção, desde um vencimento parco para a responsabilidade do cargo até à inevitabilidade de ficar sob escrutínio público e holofotes mediáticos, com tudo o que isto implica para a sua privacidade. Ainda, que não encara a função como um trampolim. Não ambiciona mover influências nem, depois de ministro, fazer negócios ou saltar para uma empresa da área que tutelou. Por fim, tem a consciência tranquila e, salvo algumas multas de trânsito e aquelas coimas antigas por atrasos na entrega da declaração do IVA, sabe que não tem rabos de palha.