Opinião

Pierre de Lagarde

2 dezembro 2022 5:05

1932-2022 Jornalista pioneiro em reportagens sobre o património histórico, realizou wum inventário exaustivo do património francês, que doaria aos arquivos públicos

2 dezembro 2022 5:05

Sobre este bastaria dizer que, sendo Pedro, dedicou a vida inteira às pedras velhas, às quais devotou um amor constante, sem falhas nem sobressaltos, e que morreu em Paris, no passado 15 de Novembro, ao fim de 90 anos começados em Meudon, Hauts-de-Seine, terra que já existia um século antes de Cristo, com o nome de Meclodunum, e que no século IX se chamou Milidonem, no século XII Moldon, tendo nas seguintes centúrias várias outras designações: Moldunum, Meudo, Meudonum, Meudun, Modun, Meudduno miles, Moudon. Por volta de 1249, portanto na Idade Média, assumiu o nome que ainda hoje ostenta, Meudon, sem nunca perder, todavia, o étimo originário, que testemunha e atesta a muita História por lá passada, desde os tempos dos romanos até aos dias nossos contemporâneos, quando Louis Renault aí instalou as suas fábricas e, em finais dos anos 50, se ergueram lá vastos bairros HLM para alojar os pieds-noirs argelinos.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.