Opinião

A mexicanização do ensino superior

2 dezembro 2022 4:33

Não é razoável que dois alunos que estejam no mesmo curso de duas instituições distintas tenham valores orçamentais diferentes

2 dezembro 2022 4:33

A dotação orçamental das universidades e politécnicos em Portugal é muito peculiar. Enquanto, na maioria dos países, o financiamento é feito com base numa série de parâmetros bem definidos — como o número de alunos ou a sua empregabilidade, a qualidade da investigação científica, a qualificação do corpo docente, etc. — ou por contratos-programa com objetivos negociados com o Governo, em Portugal tem uma base histórica. Ou seja, o orçamento de cada universidade é igual ao do ano anterior (com uns pozinhos para as universidades dos reitores que se queixam mais). Não somos caso único na OCDE, mas quase. Estamos na companhia do México.