Opinião

O gosto de viver atrás do biombo

29 novembro 2022 9:37

E já foram dois, toda a hierarquia portuguesa vai em procissão ao Catar tratar de direitos humanos e de gás natural. E o PSD diz que reboca o governo, não para o Catar, mas para a revisão constitucional. Assim vamos, cantando e rindo dos solenes fingimentos

29 novembro 2022 9:37

Disse ontem Santos Silva, cachecol a tiracolo, que não há nenhum problema com o Catar. Dizia o Presidente o contrário dias antes, que ia lá lembrar umas verdades sobre direitos humanos. E afirmava também o contrário de si próprio ou que, apesar das lições que estavam mesmo a precisar, tudo corre bem, relações o mais amistosas, aquela ninharia de o embaixador ter sido chamado a dar justificações por declarações de governantes em Portugal não o desviaria do “foco” no jogo. O sábio encarregado de negócios da nossa diplomacia tinha atestado, antes de todo o tumulto das idas e vindas, que vai mesmo tudo pelo melhor, proferindo a recomendação de juizinho às pessoas LGBT+. A presença das autoridades está para o Mundial como as esbeltas pernas de Cândido estão para as meias, segundo Voltaire: foram feitas para o formato das peúgas que usam.