Opinião

O Catar está em Paris, Londres, Bruxelas ou Hamburgo

21 novembro 2022 9:43

Apesar de viverem em democracias europeias, as mulheres das comunidades muçulmanas da Europa vivem como se estivessem no Catar ou pior. Eis, portanto, a hipocrisia do politicamente correto: alertar para o machismo dos homens muçulmanos do Catar e a consequente humilhação das mulheres do Catar é “direitos humanos”, mas alertar para o machismo dos homens muçulmanos de Paris, Londres, Paris ou Lisboa e a consequente humilhação de raparigas e mulheres muçulmanas que vivem na Europa já é “racismo”

21 novembro 2022 9:43

Confesso que não compreendo o bruaá em torno do Mundial do Catar. Não percebo o timing, em primeiro lugar. Há anos que se sabia que este Mundial seria no Catar, anos e anos. E não compreendo sobretudo a substância do protesto. Direitos humanos? Os jogos olímpicos de 08 foram realizados na China, a maior ditadura do mundo, que faz perseguição racial dentro do seu território; a China está a um passo do genocídio há muito tempo. Querem mesmo ir por aqui? Não foi esse o erro do odiado Bush? Se o critério fosse os direitos humanos, os grandes eventos não poderiam sair de um redil restrito de países.