Opinião

Os opositores internos de Ventura são traidores

5 setembro 2022 9:34

Os opositores internos de Ventura não podem ter sido enganados quanto à natureza do Chega. Um partido que acredita em líderes autoritários e providenciais nunca poderá aceitar contestação interna. Tem razão quem no Chega os acuse de traição. Traem, ao contestar o chefe, a cultura do partido em que se inscreveram. Chega sem Ventura é uma sigla

5 setembro 2022 9:34

Nas últimas eleições autárquicas, a generalidade dos comentadores sublinhou que tinha nascido uma força política capaz de se afirmar no poder local. A primeira, para além dos quatro partidos fundadores da nossa democracia. Desde então, o Chega perdeu cinco (Moura, Seixal, Sesimbra, Moita e Entroncamento) dos seus 19 vereadores, que se demitiram do partido, e mais de 50 dos seus autarcas.