Opinião

Quando uma farmacêutica foi pior do que Pablo Escobar

7 julho 2022 9:58

Esta farmacêutica, a Purdue Pharma, da família Sackler, é ainda mais amoral do que os traficantes como Pablo Escobar. Quando vende cocaína ou heroína, o traficante não está a mentir: as pessoas que compram sabem que aquilo é coca ou heroína, substâncias perigosas e mortais. Quando vendia a Oxycontin, esta farmacêutica mentia às pessoas, que não sabiam que estavam a comprar na prática comprimidos de heroína

7 julho 2022 9:58

Esta é a grande tragédia americana e ocidental do século XXI, a mais reveladora, até pelos silêncios que provoca apesar de ser monstruosa na sua amoralidade. Vejam o documentário “The Crime of the Century”, vejam a série dramática “Dopesick” e leiam o livro “Empire of Pain” para compreenderem a história desta tragédia que já matou para cima de 500 mil americanos, a epidemia de opiáceos que foi iniciada por uma farmacêutica, a Purdue Pharma, da família Sackler.