Opinião

O outro défice democrático

3 junho 2022 0:00

As pessoas não formam as suas preferências políticas avaliando, de facto, as políticas públicas, mas sim com base na perceção que têm sobre se estão melhor ou pior. Só que isto pode ser mais uma consequência de políticas passadas do que daquelas sobre que são chamados a tomar posição

3 junho 2022 0:00

Temos, hoje, novas desigualdades. Uma é a desigualdade territorial. O local de nascimento é hoje a variável que mais permite prever a progressão económica e social de uma pessoa ao longo da vida. Outra é a desigualdade intergeracional. Vá­rios estudos do projeto intergeracional do Fórum Futuro, da Gulbenkian, demonstram que as gerações mais jovens têm (ou irão ter) um tratamento desigual no mercado de trabalho, na habitação, nas pensões, etc. Pela primeira vez em muitos anos, as perspetivas dos jovens não são melhores do que as das gerações que os precederam.