Opinião

PCP, o bombo da festa

3 setembro 2020 11:04

Ache o que se achar sobre a realização da Festa do Avante, o que a comunicação social está a fazer contra o PCP é inaceitável. Pela falta de rigor, desproporção de meios mediáticos usados, ausência de contraditório e impossibilidade de defesa por parte dos visados por tamanho massacre, aquilo a que temos assistido tem um nome: campanha.

3 setembro 2020 11:04

Culpo a comunicação social, e em especial as televisões, pelo ambiente de histeria, irracionalidade e medo que se instalou na sociedade portuguesa. A comunicação social viu a COVID como um filão comercial. O medo é um importante indutor de consumo de noticias. E, de forma irresponsável e com ajuda de muitos médicos, comentadores, médicos-comentadores e autoridades, a comunicação social contribuiu para um ambiente que teve efeitos colaterais trágicos: pessoas com doenças que têm medo de ir ao hospital, crianças fechadas em casa durante meses, velhos isolados, problemas psiquiátricos agravados... Espero que alguém um dia venha a medir isto em mortes. Para além da crise económica e de um clima político persecutório, irracional e incapaz de lidar com a diferença de opiniões sobre os limites do que é aceitável impor por causa da COVID.