Opinião

Prontos para apanhar coronavírus?

Henrique Monteiro

Henrique Monteiro

Ex-Diretor; Colaborador

Alguns epidemiologistas pensam que dentro de um ano teremos a época do “resfriado, gripe e COVID-19”, encarada como mais uma doença própria da estação do ano

26 fevereiro 2020 9:53

James Hamblin, um médico que é simultaneamente redator da revista “The Atlantic”, divulgador com vários livros publicados e autor da série em vídeo “Se o nosso corpo pudesse falar”, escreveu segunda-feira um artigo deveras interessante sobre o vírus Corona (tecnicamente SARS-CoV-2) e a doença que provoca, designada agora por COVID-19. Só esta distinção vale a pena. Porque nem toda a gente que tem o vírus dá mostras de ter a doença e – pior do que isso – não há a certeza sobre o seu tempo de incubação e de contágio. Ao contrário da gripe comum, em que o contágio começa cerca de 24 horas antes de haver sintomas, havendo 14% de assintomáticos, no COVID-19 esse tempo e essa percentagem podem ser exponencialmente maiores.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.