Exclusivo

Vídeo

Escritor ucraniano Andrei Kurkov: “Os ucranianos são individualistas. Sempre foram muito independentes e nunca gostaram de ser controlados”

Em conversa com o Expresso desde a Noruega, onde se encontra a dar palestras (o destino seguinte é a Suíça e depois Portugal, antes de regressar à Ucrânia), o maior escritor ucraniano contemporâneo, traduzido para 30 línguas,fala de “Abelhas Cinzentas”, a primeira obra lançada em Portugal. Andrei Kurkov escreveu-a a pensar nos civis entalados no conflito do Donbas

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 0,90€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler
+ Vistas