Loading...

Vídeo

"Poluidores têm de pagar": Guterres pede às economias desenvolvidas para taxarem lucros inesperados das petrolíferas

Num discurso implacável que marcou a abertura da 77.ª Sessão da Assembleia-Geral da ONU, António Guterres disse que o planeta “está em apuros” e que o afastamento geopolítico entre nações agrava as desigualdades e cria cada vez mais desafios. “As relações internacionais parecem estar a evoluir para um cenário de G2, mas arriscamo-nos a acabar com um G-nada”, diz o secretário-geral das Nações Unidas. Guterres alerta ainda para a existência de “uma guerra suicida contra a natureza” e pede às economias desenvolvidas que taxem os lucros inesperados das empresas ligadas aos combustíveis fósseis e que distribuam esse dinheiro pelas famílias e por quem mais sofre com a crise climática: ”Poluidores têm de pagar", completa. Veja as partes mais importantes deste discurso em menos de 5 minutos
+ Vídeo
+ Vistas