Internacional

Burquina Faso: “A insegurança alimentar torna as mulheres vulneráveis”

25 janeiro 2023 18:04

Salomé Fernandes

Salomé Fernandes

jornalista da secção internacional

Maniestação em Uagadugu, capital do Burquina Faso, a exigir a saída das tropas francesas

olympia de maismont/afp/getty images

Este mês foram raptadas dezenas de mulheres e crianças ao procurarem comida, escassa num país onde mais de três milhões sofrem de insegurança alimentar extrema. Foram resgatadas, mas o risco permanece. “Foi a catástrofe que as fez sair de casa para irem colher frutos selvagens”, diz ao Expresso um líder da sociedade civil. No combate aos grupos armados que lançam ataques no país, o único apoio que se pretende é logístico e financeiro

25 janeiro 2023 18:04

Salomé Fernandes

Salomé Fernandes

jornalista da secção internacional

“Desaconselham-se deslocações.” Eis o conselho que o Ministério dos Negócios Estrangeiros português dá aos viajantes em relação a Burquina Faso. O alerta não é em vão: a situação de segurança é “muito volátil” depois do golpe militar de 30 de setembro e há insegurança decorrente da frequência com que ocorrem atentados terroristas.