Internacional

Kremlin declara como indesejável a Fundação Sakharov

23 janeiro 2023 23:33

Os rumores em torno do estado de saúde do Presidente russo adensaram-se nos últimos meses

alexey danichev

No site do procurador-geral russo explicita-se que as atividades da Fundação Andrei Sakharov Foundation representam "uma ameaça para a base constitucional e a segurança" da Federação Russa

23 janeiro 2023 23:33

As autoridades russas prosseguiram esta segunda-feira a sua repressão das posições alternativas e dissidentes, ao declararem como "indesejável" a fundação com o nome de Andrei Sakharov, distinguido com o Prémio Nobel da Paz.

No sítio do procurador-geral russo explicita-se que as atividades da Fundação Andrei Sakharov Foundation representam "uma ameaça para a base constitucional e a segurança" da Federação Russa, sem especificar as atividades em causa.

Desde que o Kremlin ordenou a invasão da Ucrânia, há cerca de um ano, as suas polícias e os seus tribunais têm reprimido as vozes discordantes, em particular as críticas dos militares russos ou as que se referem à invasão em outros termos que não a frase autorizada de 'operação militar especial'.

A repressão tem-se focado em contestatários, grupos de defesa de direitos humanos, cientistas, escritores e outros. Muitos foram levados a tribunal, presos ou banidos.

Ainda está por esclarecer o efeito que a decisão do procurador-geral pode ter na Fundação Sakharov, em sítio na internet se afirma que ela "esforça-se por preservas o seu legado, por acreditar que o mundo seria um lugar melhor e mais seguro se as palavras e as ideias de Sakharov fossem ouvidas".