Internacional

Sete mortos em operação dos talibãs contra 'jihadistas' do Estado Islâmico em Cabul

22 outubro 2022 11:26

anadolu agency/getty images

Pelo menos seis elementos o grupo extremista do Estado Islâmico (EI) e um talibã morreram numa operação noturna dos talibãs, na capital do Afeganistão

22 outubro 2022 11:26

Pelo menos seis elementos o grupo extremista do Estado Islâmico (EI) e um talibã morreram numa operação noturna dos talibãs, na capital do Afeganistão, segundo informações do governo interino dos fundamentalistas islâmicos, hoje divulgadas.

Em comunicado, o porta-voz dos talibãs, Bilal Karimi, adiantou que o confronto ocorreu no distrito policial 8 de Cabul, havendo ainda a registar um ferido entre os talibãs.

"Como resultado da operação de ontem [sexta-feira] à noite num esconderijo do Estado Islâmico em Cabul, seis membros foram mortos, e as suas armas, granadas e explosivos, bem como um carro, foram apreendidos" refere Karimi, citado no comunicado.

A mesma informação, refere a agência Efe, adianta que "um combatente [talibã] foi morto e outro ferido".

Os talibãs acusam os membros do EI agora mortos de terem recentemente realizado ataques, como o registado em 23 e setembro, em frente à mesquita Wazir Mohammad Akbar Khan, do qual resultou a morte de pelo menos sete pessoas, tendo mais de 40 ficado feridas.

Estes membros do EI foram ainda responsabilizados pelo ataque a uma escola pertencente à minoria xiita hazara, em Cabul, em 30 de setembro, no qual morreram 53 pessoas e 110 ficaram feridas, a maioria mulheres jovens e crianças.

O regresso ao poder dos talibãs, em agosto de 2021, encerrou duas décadas de guerra no Afeganistão e levou a uma redução significativa da violência, mas os ataques aumentaram nos últimos meses.

Um ramo regional do grupo extremista Estado Islâmico tem reivindicado vários ataques contra os hazaras, que consideram hereges.