Internacional

Ex-governador de Nova Iorque envolvido em escândalo sexual faz queixa contra procuradoria

15 setembro 2022 8:46

angela weiss/ getty images

O escândalo foi decisivo para a renúncia de Cuomo ao cargo no ano passado

15 setembro 2022 8:46

O ex-governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, que renunciou após estar envolvido num escândalo de assédio sexual, apresentou uma queixa no Supremo Tribunal estatal contra a procuradoria-geral, enquanto uma das denunciantes apresentou uma acusação formal contra o democrata.

Andrew Cuomo pediu ao tribunal superior para investigar o relatório encomendado pela procuradora Letitia James a um escritório de advocacia independente, que determinou que este tinha assediado sexualmente onze mulheres que trabalhavam para ele e que levou a várias investigações, incluindo um julgamento político.

Este escândalo foi decisivo para a renúncia de Cuomo ao cargo no ano passado.

Numa carta datada de terça-feira e endereçada ao comité de apelações da Ordem dos Advogados, o ex-governador acusa James de agir sob um "conflito de interesses pessoal e político".

Cuomo acusa ainda a procuradora de revelar o relatório “numa conferência de imprensa prejudicial”, expondo provas de “forma seletiva para promover a sua campanha política" e prejudicá-lo.

O relatório, que a justiça norte-americana divulgou em agosto de 2021 e que teve um grande impacto, "foi feito para ser prejudicial e altamente inflamatório”.

“Foi realizado para me demonizar na esfera pública e para enganar o público e a imprensa de que eu assediei sexualmente onze mulheres, o que simplesmente não era verdade", salientou Cuomo.

Por outro lado, uma das mulheres que acusou Cuomo publicamente, a sua ex-assessora Charlotte Bennett, apresentou uma queixa no tribunal federal esta quarta-feira, em que implica também a número dois do ex-governador, Melissa DeRosa, por alegadamente ter encoberto o caso.

Charlotte Bennett alega que sofreu assédio profissional e retaliação por denunciar a má conduta de Cuomo.

A ex-assessora e consultora de políticas de saúde, referiu que Cuomo fez perguntas desconfortáveis sobre a sua vida sexual depois de revelar que tinha sido vítima de agressão sexual, incluindo se era monogâmica e se já teve relacionamentos com homens mais velhos, palavras que interpretou como propostas.