Internacional

As imagens da “carnificina climática” no Paquistão

14 setembro 2022 15:36

Margarida Mota

Jornalista

1 / 30
Chuvas de monção mais intensas do que o habitual inundaram quase um terço do Paquistão, uma área correspondente ao Reino Unido
1 / 30

Chuvas de monção mais intensas do que o habitual inundaram quase um terço do Paquistão, uma área correspondente ao Reino Unido

fida hussain

2 / 30
Uma cama e roupa a secar, é tudo o que resta a este homem, na localidade de Nowshera
2 / 30

Uma cama e roupa a secar, é tudo o que resta a este homem, na localidade de Nowshera

fayaz aziz / reuters

3 / 30
Duas meninas socorrem-se de uma jangada improvisada para seguir pelas ruas por onde costumam correr
3 / 30

Duas meninas socorrem-se de uma jangada improvisada para seguir pelas ruas por onde costumam correr

rizwan tabassum / afp / getty images

4 / 30
As chuvas intensas provocaram deslizamentos de terras que levaram tudo atrás
4 / 30

As chuvas intensas provocaram deslizamentos de terras que levaram tudo atrás

hussain ali / anadolu agency / getty images

5 / 30
Água por todo o lado, no solo e nos potes e jerricãs à cabeça das mulheres
5 / 30

Água por todo o lado, no solo e nos potes e jerricãs à cabeça das mulheres

amer hussain / reuters

6 / 30
A ameaça da fome, após as cheias devastarem o sector agrícola, destruindo colheitas de arroz, milho e trigo
6 / 30

A ameaça da fome, após as cheias devastarem o sector agrícola, destruindo colheitas de arroz, milho e trigo

paula bronstein / getty images

7 / 30
Duas pessoas recolhem bambus intactos, junto a uma casa totalmente destruída, em Dera Allah Yar
7 / 30

Duas pessoas recolhem bambus intactos, junto a uma casa totalmente destruída, em Dera Allah Yar

amer hussain / reuters

8 / 30
As canas de bambu são preciosas para ajudar a improvisar pontes, esta em Shikarpur
8 / 30

As canas de bambu são preciosas para ajudar a improvisar pontes, esta em Shikarpur

asif hassan / afp / getty images

9 / 30
Na cidade de Khaipur Nathan Shah, as ruas transformaram-se em rios
9 / 30

Na cidade de Khaipur Nathan Shah, as ruas transformaram-se em rios

gideon mendel / corbis / getty images

10 / 30
Militares da Marinha paquistanesa asseguram ações de resgate de populações, nas áreas mais afetadas
10 / 30

Militares da Marinha paquistanesa asseguram ações de resgate de populações, nas áreas mais afetadas

aamir qureshi / afp / getty images

11 / 30
As inundações destruíram casas e pontes e encobriram estradas e pastagens para o gado
11 / 30

As inundações destruíram casas e pontes e encobriram estradas e pastagens para o gado

adeel ahmed / anadolu agency / getty imagesanadolu agency

12 / 30
As cheias já afetaram 33 milhões de pessoas, muitas das quais passaram a viver em tendas, montadas em campos improvisados
12 / 30

As cheias já afetaram 33 milhões de pessoas, muitas das quais passaram a viver em tendas, montadas em campos improvisados

ahmed ali / anadolu agency / getty images

13 / 30
Em Sohbatpur, nas escassas extensões de terra que ficaram à superfície, tendas acolhem quem tudo perdeu
13 / 30

Em Sohbatpur, nas escassas extensões de terra que ficaram à superfície, tendas acolhem quem tudo perdeu

fida hussain / afp / getty images

14 / 30
Com a casa inabitável, esta família salvou a louça que pode e espera por abrigo, em Khairpur
14 / 30

Com a casa inabitável, esta família salvou a louça que pode e espera por abrigo, em Khairpur

ahmed ali / anadolu agency / getty images

15 / 30
Perante a ameaça de novas cheias, militares erguem uma barreira de proteção, junto a uma importante central elétrica, em Dadu
15 / 30

Perante a ameaça de novas cheias, militares erguem uma barreira de proteção, junto a uma importante central elétrica, em Dadu

salman rao / reuters

16 / 30
Ficaram sem casa, vivem na berma de uma estrada, em Sukkur, e não veem a hora da chuva parar de cair
16 / 30

Ficaram sem casa, vivem na berma de uma estrada, em Sukkur, e não veem a hora da chuva parar de cair

asif hassan / afp / getty images

17 / 30
As consequências da intempérie já provocaram pelo menos 1400 mortos
17 / 30

As consequências da intempérie já provocaram pelo menos 1400 mortos

hussain ali / anadolu agency / getty images

18 / 30
Tristeza nos rostos de quem, por estes dias, está proibido de correr e saltar em total liberdade
18 / 30

Tristeza nos rostos de quem, por estes dias, está proibido de correr e saltar em total liberdade

fida hussain / afp / getty images

19 / 30
Distribuição de ajuda alimentar doada pela Turquia, em Mirpur Khan
19 / 30

Distribuição de ajuda alimentar doada pela Turquia, em Mirpur Khan

farhan khan / anadolu agency / getty images

20 / 30
Uma manada de búfalos desbrava as águas, onde normalmente passa uma autoestrada, em Sehwan
20 / 30

Uma manada de búfalos desbrava as águas, onde normalmente passa uma autoestrada, em Sehwan

akhtar soomro / reuters

21 / 30
Água pelo pescoço, numa zona da província de Sindh, no sul do Paquistão
21 / 30

Água pelo pescoço, numa zona da província de Sindh, no sul do Paquistão

farhan khan / anadolu agency / getty images

22 / 30
Dificuldades acrescidas nas ruas de Karachi, a maior cidade do Paquistão, com mais de 16 milhões de habitantes
22 / 30

Dificuldades acrescidas nas ruas de Karachi, a maior cidade do Paquistão, com mais de 16 milhões de habitantes

rizwan tabassum / afp / getty images

23 / 30
Crianças deslocadas pelas inundações e a viver num campo improvisado aguardam pela distribuição de comida, em Sehwan
23 / 30

Crianças deslocadas pelas inundações e a viver num campo improvisado aguardam pela distribuição de comida, em Sehwan

husnain ali / afp / getty images

24 / 30
Uma corrida contra o tempo para salvar fardos de pasto, antes que a água suba mais um pouco
24 / 30

Uma corrida contra o tempo para salvar fardos de pasto, antes que a água suba mais um pouco

adeel ahmed / anadolu agency / getty images

25 / 30
Um novo ano letivo começou e, em Dera Ghazi Khan, o caminho para a escola só é mesmo possível de barco
25 / 30

Um novo ano letivo começou e, em Dera Ghazi Khan, o caminho para a escola só é mesmo possível de barco

shahid mirza / afp / getty images

26 / 30
Um rasto de lama numa casa engolida pela água, em Nowshera
26 / 30

Um rasto de lama numa casa engolida pela água, em Nowshera

fayaz aziz / reuters

27 / 30
Junto a um posto de combustíveis alagado, em Mehar, populares fazem muros com sacos para impedir o transbordo das águas
27 / 30

Junto a um posto de combustíveis alagado, em Mehar, populares fazem muros com sacos para impedir o transbordo das águas

aamir qureshi / afp / getty images

28 / 30
O caos citadinho acentuou-se em Karachi
28 / 30

O caos citadinho acentuou-se em Karachi

asif hassan / afp / getty images

29 / 30
Uma família segue na direção de um porto seguro, transportando tudo aquilo que consegue, em Jamshoro
29 / 30

Uma família segue na direção de um porto seguro, transportando tudo aquilo que consegue, em Jamshoro

yasir rajput / reuters

30 / 30
Água a perder de vista, na região de Dadu, província de Sindh (sul), uma das zonas mais gravemente atingidas
30 / 30

Água a perder de vista, na região de Dadu, província de Sindh (sul), uma das zonas mais gravemente atingidas

susannah george / getty images

Chuvas abundantes combinadas com o rápido degelo dos glaciares colocou quase um terço do Paquistão debaixo de água. Cerca de 33 milhões de pessoas ficaram com a vida virada do avesso e mais de 1400 morreram. Após visitar o país, o secretário-geral das Nações Unidas alertou para o contributo das alterações climáticas nos fenómenos extremos que devastam o Paquistão desde meados de junho. “Hoje no Paquistão, amanhã no seu país”, avisou António Guterres

14 setembro 2022 15:36

Margarida Mota

Jornalista