Internacional

Reino Unido concede a Gibraltar o estatuto de “cidade”

29 agosto 2022 16:21

catherine scott / eyeem/getty images

Investigadores descobriram que Gibraltar já tinha sido designada como cidade, em 1842, durante o reinado da Rainha Vitória

29 agosto 2022 16:21

O Reino Unido concedeu esta segunda-feira a Gibraltar o estatuto de “cidade”, o que o primeiro-ministro demissionário britânico, Boris Johnson, disse ser um “enorme reconhecimento” da “rica história” da colónia. Segundo a BBC, as autoridades da colónia solicitaram no início do ano o reconhecimento oficial de Gibraltar, como parte do Jubileu de Platina da Rainha Isabel II, no seu 70º ano no trono.

Através dos Arquivos Nacionais, os investigadores descobriram que Gibraltar já tinha sido designada como cidade, em 1842, durante o reinado da Rainha Vitória, embora este facto tenha sido omitido, por razões desconhecidas. O território vê agora reafirmado o seu estatuto – um “enorme reconhecimento”, segundo o primeiro-ministro britânico demissionário, Boris Johnson, da “rica história” de Gibraltar.

Durante as recentes celebrações do Jubileu de Platina de Isabel II, 39 localidades solicitaram formalmente a adoção do estatuto de cidade, algo que Doncaster, Bangor e Dunfermline, entre outras regiões, obtiveram.

Gibraltar torna-se agora um dos únicos cinco territórios fora do Reino Unido a ser reconhecido, para além de Hamilton (Bermudas), Jamestown (Santa Helena), Douglas (ilha de Man) e Stanley (ilhas Malvinas). O estatuto de cidade está associado a regiões com uma catedral, uma universidade ou um grande número de residentes, apesar de não haver regras oficiais para a sua concessão, e é concedido pela Rainha a conselho do Governo.

Não há benefícios financeiros em se tornar numa cidade, embora dê, segundo a BBC, um impulso às comunidades locais. Gibraltar tem sido considerada parte do Reino Unido desde 1713, quando o Tratado de Utrecht foi assinado.