Internacional

Mais de 2.400 soldados de cerca de 20 países da NATO: manobras militares arrancam na Geórgia

29 agosto 2022 16:14

yomna ehab / 500px/getty images

Ministério da Defesa georgiano indicou, citado pela agência de notícias espanhola EFE, que os exercícios da NATO decorrem na base de Vaziani, cerca de 25 quilómetros a leste de Tbilissi

29 agosto 2022 16:14

Mais de 2.400 soldados de cerca de 20 países da NATO participam nas manobras militares “Noble Partner 2022”, que começaram esta segunda-feira na Geórgia e se prolongarão até meados de setembro.

O Ministério da Defesa georgiano indicou, citado pela agência de notícias espanhola EFE, que os exercícios da NATO (Organização do Tratado do Atlântico-Norte) decorrem na base de Vaziani, cerca de 25 quilómetros a leste de Tbilissi, e nelas participam militares dos Estados Unidos, Reino Unido, Turquia e Alemanha. Entre os participantes, encontra-se também uma equipa multinacional da Lituânia, Polónia e Ucrânia.

Pela primeira vez, assistem às manobras da Aliança Atlântica, que se realizam pela sexta vez, as Forças Armadas da Suécia e do Japão. “O objetivo dos exercícios é aumentar o nível de interação e preparação para o combate da Geórgia, dos Estados Unidos e de outros países, a fim de garantir a estabilidade e a segurança na região do mar Negro”, indicou o Ministério da Defesa do país anfitrião.

Parte do equipamento pesado para os exercícios entregue à Geórgia proveio de bases militares norte-americanas na Europa. Os exercícios serão dirigidos pelo exército georgiano e pelo comando norte-americano para a Europa e a África (USAREUR-AF).

Tal como aconteceu com a Ucrânia, também foi prometida à Geórgia a adesão à NATO em 2008, sem se determinar quais seriam os termos específicos para a entrada do país no bloco de defesa ocidental.