Internacional

Argentina: pedido de 12 anos de prisão para Cristina Kirchner gera tensão e protestos nas ruas

O sentimento de muitos em relação à atual vice-presidente é claro

gustavo garello/getty images

Foi um pedido de condenação, mas a repercussão teve o efeito de uma sentença no maior julgamento contra a corrupção da história argentina e o primeiro que julga um líder no poder. Milhares de pessoas manifestaram-se ao longo da noite a favor e contra o pedido de 12 anos de prisão para Cristina Kirchner e a inelegibilidade perpétua para qualquer cargo público

Milhares de militantes do chamado "kirchnerismo" passaram a noite em vigília em frente ao edifício onde Cristina Kirchner vive em Buenos Aires. A militância foi convocada para ocupar o espaço dos que protestavam contra a ex-Presidente e atual vice-presidente, acusada de liderar uma quadrilha que desviou cerca de mil milhões de euros através de obras públicas pelos quais o Ministério Público pediu 12 anos de prisão e a inelegibilidade perpétua para qualquer cargo público.