Internacional

Erdogan prepara ataque aos curdos na Síria, desafiando Rússia e Irão

21 julho 2022 20:03

José Pedro Tavares

José Pedro Tavares

Correspondente em Ancara

Combatentes sírios apoiados pelas forças turcas têm-se acumulado na província de Alepo, no norte do país

bakr alkasem/afp/getty images

Apesar da oposição do Irão e da Rússia, que apoiam Bashar al-Assad, o Presidente turco insiste numa nova operação no norte da Síria contra milícias curdas sírias, principal aliado dos americanos. Ataque contra o Partido dos Trabalhadores do Curdistão no norte do Iraque terá causado pelo menos nove mortos civis, incluindo crianças

21 julho 2022 20:03

José Pedro Tavares

José Pedro Tavares

Correspondente em Ancara

“Chegou o tempo de limpar essas cidades de terroristas.” O Presidente turco voltou a ameaçar com uma operação militar turca na Síria contra as milícias curdas do YPG (Forças de Proteção do Povo), o principal aliado do Ocidente na luta contra o Daesh. O YPG ainda controla uma vasta zona, sensivelmente metade do tamanho de Portugal, no nordeste do país. Segundo Ancara, o YPG não é mais do que uma extensão do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão), organização terrorista separatista curda, que luta há décadas contra Ancara, e, portanto, uma ameaça para a sua segurança nacional.