Internacional

Dois sacerdotes católicos sequestrados na Nigéria

4 julho 2022 16:48

birgit korber / eyeem - getty images

Sequestros aconteceram poucos dias depois de um padre ter sido raptado e assassinado por pessoas armadas na mesma zona. Nenhum grupo reivindicou, até agora, o rapto.

4 julho 2022 16:48

Dois sacerdotes católicos foram sequestrados durante o fim de semana no estado nigeriano de Edur, no sul da Nigéria, poucos dias depois de um padre ter sido raptado e assassinado por pessoas armadas nesta zona, segundo fonte policial.

O porta-voz da polícia de Edu, Chidi Nwabuzor, indicou que o rapto ocorreu no sábado, na área de Ugboha e as vítimas foram identificadas como sendo Udo Peter e Philemon Oboh, segundo o diário nigeriano 'The Premium Times', citado pela agência espanhola de notícias, a EFE.

Udo Peter pertence à igreja católica São Patrício de Uromi, ao passo que Philemon Oboh trabalha no centro de retiro de São José, em Ugboha.

Nenhum grupo reivindicou, até agora, o rapto.

De acordo com o porta-voz da polícia, as autoridades ordenaram o destacamento de agentes para a zona para lançarem "uma caça ao homem bem coordenada".

Na semana passada foi descoberto o cadáver do sacerdote Christopher Odia, de 41 anos, raptado quando ia dar uma missa em Ikabigbo, segundo a diocese católica de Auchi.

Cerca de três semanas antes, várias pessoas armadas mataram perto de 40 pessoas numa igreja no estado de Ondo, durante uma missa na igreja católica de São Francisco Xavier.

A insegurança na Nigéria, anteriormente centrada no nordeste do país, alargou-se nos últimos meses a outras zonas do norte e noroeste, fazendo soar os alarmes sobre a possível expansão destas redes terroristas e criminosas.