Internacional

Nova estratégia da NATO: a Rússia é uma "ameaça" e a China causa perturbação, o flanco Leste tem de ser reforçado e o Sul tem riscos

29 junho 2022 20:11

Ángel Luis de la Calle

Ángel Luis de la Calle

Correspondente em Madrid

O novo Conceito Estratégico da NATO consagra um considerável reforço da defesa do flanco leste continental, com novas contribuições militares dos EUA. Cimeira termina esta sexta-feira

29 junho 2022 20:11

Ángel Luis de la Calle

Ángel Luis de la Calle

Correspondente em Madrid

O âmago substancial da reunião da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) na capital de Espanha, que termina esta quinta-feira, já está definido e exposto ao público. Os países membros aprovaram – sem graves discussões nem diferenças, ao que se sabe – um texto em que se dá forma legal ao novo Conceito Estratégico de Madrid, que traça os perfis da nova situação de segurança na Europa forçada pela agressão da Rússia à Ucrânia e assinala o roteiro da Aliança na próxima década. Os Estados Unidos, que se reforçam como maior contribuinte para a organização, anunciaram novos destacamentos militares no continente.