Internacional

Moçambique: terroristas reorganizam-se e chegam perigosamente perto de Pemba

17 junho 2022 15:14

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Deslocados de Metuge em busca de refúgio. O terrorismo leva milhares de moçambicanos a abandonar as suas povoações

alfredo zuniga/getty images

Ataques episódicos, porém violentos e macabros, refletem nas últimas semanas o avanço dos insurgentes no norte do país. Apesar da presença das forças internacionais da SADC e depois de um curto alívio, Moçambique parece não estar em controlo da situação. Os deslocados internos já estão a fugir dos locais onde antes encontraram segurança

17 junho 2022 15:14

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

A 11 de janeiro, durante a cimeira extraordinária dos chefes de Estado e do Governo da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês), em Lilongwe, Malawi, foi anunciado que a missão das forças da SADC, cuja atuação em Moçambique no combate ao terrorismo em Cabo Delgado e no Niassa começara em julho de 2021, ficaria no território por mais três meses, um período passível de ser prorrogado segundo confirmou o Presidente Filipe Nyusi, presente no encontro.