Internacional

128 migrantes resgatados com vida no Mediterrâneo e dois outros mortos

26 março 2022 9:52

Um barco pequeno lotado com migrantes à deriva no Estreito de Gibraltar

marcos moreno / afp / getty images

Navio de salvamento marítimo da SOS Méditerranée resgatou na sexta-feira 128 migrantes que tentavam chegar à Europa num insuflável “superlotado”

26 março 2022 9:52

O navio de salvamento marítimo da SOS Méditerranée, Ocean Viking, resgatou na sexta-feira 128 migrantes que tentavam chegar à Europa num insuflável “superlotado”, tendo encontrado também dois mortos a bordo, anunciou a organização não governamental.

A operação de salvamento demorou cerca de cinco horas e entre os resgatados estavam crianças, disse a SOS Méditerranée, citada pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Em relação aos passageiros já falecidos, a associação explicou no Twitter que "o clima extremo permitiu recuperar apenas um corpo".

A SOS Mediterranée está sediada em Marselha, no sul de França.

Na véspera, o navio ambulância, cartografado com a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC), tinha resgatado outras 30 pessoas, que tinham conseguido "fugir da Líbia antes de se encontrarem no mar com uma forte ondulação".

O Mediterrâneo central é a rota migratória mais perigosa do mundo, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM). A agência da ONU estima que mais de 23.500 pessoas morreram ou desapareceram no país desde 2014, incluindo 2.048 só no ano passado.