Internacional

Reino Unido envia 100 engenheiros militares para apoiar Polónia a reforçar fronteira com Bielorrússia

19 novembro 2021 0:23

handout/ getty images

Governo de Varsóvia já manifestou a intenção de comprar mísseis britânicos

19 novembro 2021 0:23

Depois de já ter mobilizado 10 mil soldados britânicos para a Polónia, agora o Reino Unido vai enviar 100 engenheiros militares. O objetivo é que estes operacionais forneçam apoio prático para ajudar a Polónia a estancar a crise fronteiriça com a Bielorrússia, escreve o “The Guardian”.

O plano foi anunciado pelo secretário da Defesa, Ben Wallace, durante uma visita a Varsóvia, na qual acusou a Bielorrússia de uma “tentativa nojenta de usar as pessoas como armas” para desestabilizar a Polónia e toda a Europa, ‘empurrando’ os migrantes para a fronteira.

“A melhor forma de responder é trabalhando juntos, não apenas dentro da NATO mas como bons amigos e parceiros”, disse Wallace em conferência de imprensa, acompanhado do seu homólogo polaco Mariusz Blaszczak.

Blaszczak, por sua vez, frisou que o “apoio dos soldados britânicos” pode garantir que “ninguém que tente atravessar a fronteira ilegalmente o consiga fazer”.

Organizações humanitárias têm criticado o Reino Unido por se concentrar mais na segurança da fronteira em vez de fornecer ajuda aos migrantes.

O governo de Varsóvia já manifestou a intenção de comprar mísseis britânicos e desenvolver em parceria com o Reino Unido um sistema de defesa aérea para conter a Rússia.

Em outubro, aproximadamente 20 mil pessoas tentaram cruzar a fronteira entre a Bielorrússia e a Polónia. Atualmente, centenas de pessoas permanecem do lado bielorrusso junto à vedação que separa os dois países.

O Governo polaco já decretou o estado de emergência nas regiões da fronteira e enviou também 20 mil militares para impedir as entradas.