Internacional

Número de mortos em incêndio em fábrica de explosivos na Rússia sobe para 15

22 outubro 2021 11:33

RÚSSIA. Na linha da frente do combate às alterações climáticas está a redução das emissões de gases tóxicos para a atmosfera. Nesse capítulo, há trabalho a fazer nesta fábrica de Moscovo

waldo swiegers / getty images

O relatório anterior das autoridades apontava para sete mortos e nove desaparecidos

22 outubro 2021 11:33

O número de mortos causado por um incêndio numa fábrica de explosivos da região russa de Ryazan, a cerca de 200 quilómetros de Moscovo, aumentou para 15, disseram as autoridades regionais esta sexta-feira.

"Quinze pessoas morreram, uma pessoa foi hospitalizada com queimaduras graves e uma outra continua desaparecida", avançou o governo regional em comunicado.

O relatório anterior das autoridades apontava para sete mortos e nove desaparecidos.

De acordo com o ministério das Situações de Emergência russo, o incêndio ocorreu "no final de um processo tecnológico", numa empresa especializada no fabrico de explosivos industriais para uso civil.

Mais de 170 elementos do serviço de socorro foram enviados para o local.

"Não existe ameaça para a população" das localidades vizinhas, declarou o ministério.

O incêndio terá sido provocado devido à má aplicação de "processos tecnológicos" e "normas de segurança", segundo fonte da polícia, citada pela agência de notícias Interfax.