Exclusivo

Internacional

Assalto ao Capitólio. A encenação de derrota do “Presidente do caos” e o que o futuro reserva a Trump e à América

Assalto ao Capitólio. A encenação de derrota do “Presidente do caos” e o que o futuro reserva a Trump e à América
Spencer Platt

Analistas ouvidos pelo Expresso corroboram estupefação e horror pelas cenas de quarta-feira na sede do poder legislativo americano, em Washington. Acreditam que Trump vai perder apoio no eleitorado e no Partido Republicano, mas que a chaga que deixou não vai embora tão cedo

Há anos que se fala da sociedade norte-americana como estando dividida, polarizada, e demais adjetivos da mesma estirpe. Há meses que a divisão se agudizou, sobretudo após a morte de um cidadão norte-americano de ascendência africana, George Floyd, e de uma eleição cujo resultado o Presidente em funções sempre recusou, mesmo antes de acontecer. Ainda assim, nenhum dos analistas ouvidos pelo Expresso disfarça a estupefação pelo assalto sem precedentes à democracia dos EUA, como chamou Joe Biden à invasão desta quarta-feira do Capitólio, sede do poder legislativo, em Washington.

Mais do que pisar linhas vermelhas, mais do que sobrepô-las, Donald Trump está disponível para criar novas, para superar qualquer limite da decência republicana. “Só não as vai criar se não puder”, pondera Carlos Gaspar, professor do Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI). “Donald Trump, na fórmula premonitória de Jeb Bush, o antigo Governador republicano da Florida, é o Presidente do caos.”

Artigo Exclusivo para assinantes

Assine já por apenas 1,63€ por semana.

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para continuar a ler

Tem dúvidas, sugestões ou críticas? Envie-me um e-mail: jdcorreia@expresso.impresa.pt

Comentários

Assine e junte-se ao novo fórum de comentários

Conheça a opinião de outros assinantes do Expresso e as respostas dos nossos jornalistas. Exclusivo para assinantes

Já é Assinante?
Comprou o Expresso?Insira o código presente na Revista E para se juntar ao debate
+ Vistas