Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Portugal está ao lado de Espanha, França e Alemanha no ultimato a Maduro

ANT\303\223NIO COTRIM

Augusto Santos Silva confirma ao Expresso a sintonia com Espanha, Alemanha e França. A posição conjunta ainda não foi alcançada, mas os objetivos da União Europeia já estão traçados.

Paula Santos

Paula Santos

Editora-Executiva Expresso

Nicolás Maduro tem uma semana para desencadear um processo de eleições livres na Venezuela, caso contrário, a União Europeia entende que se deve entregar a convocação de eleições ao Presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, o auto proclamado Presidente, Juan Gauidó.

Em declarações ao Expresso, o Ministro dos Negócios Estrangeiros confirma o entendimento entre os quatro países, uma concertação que se pretende alargar a toda a diplomacia europeia.

Santos Silva acrescenta que a ideia é que a sintonia dentro da União seja total para que a posição possa ser conjunta, o que é obrigatório em matéria de política externa. A unanimidade, ao que sabe o Expresso, ainda não foi alcançada.

Nas últimas horas, Juan Guaidó já agradeceu, no twitter, o apoio e o empenho da União Europeia.