Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Comida congelada, gel inflamável e água filtrada: o que é preciso para sobreviver ao Brexit?

Bloomberg/ Getty

Há kits de sobrevivência à saída do Reino Unido da União Europeia à venda por pouco mais de 300 euros

“Não estou preocupada com o Brexit, estou preocupada com o rescaldo.” Lynda Mayall, 61 anos, vive perto de Wakefield, entre as cidades britânicas de Leeds e Manchester. Há pouco tempo comprou um kit para sobreviver ao Brexit. Gastou cerca de €300. Tal como ela, também outras pessoas têm feito o mesmo. A empresa Emergency Food Storage UK vendeu nos últimos tempos 600 caixas.

"Tenho a sensação que vai ser algo caótico nos primeiros seis meses, até que a questão das fronteiras esteja resolvida”, contou Lynda Mayall à BBC. “Interessa realmente se estou a ser exageradamente ansiosa? Significa que tenho algo para me proteger em tempos de necessidade". A mulher garante que o hábito de guardar mantimentos não é novo e que, no passado, já se socorreu deles. “Houve momentos em que eu e os meus filhos sobrevivemos com o tinha armazenado em casa porque não havia mais dinheiro”.

Os kits de sobrevivência da Emergency Food Storage UK, segundo a página da empresa, são caixas que pesam 15 quilos e incluem mantimentos para um mês. Há oito refeições enlatadas (macarrão com queijo, bolonhesa ou carne estufada) e ainda 12 pacotes de refeições individuais (massa com salmão e brócolos, chilli, arroz com vegetais). O conjunto fica completo com uma série de garrafas de água filtrada e uma embalagem de 200 ml de gel inflamável.

Embora o governo do Reino Unido assegure que não há necessidade ou motivo para preocupação (“O Reino Unido tem um nível de segurança de alimentos construído numa grande diversidade de fontes, incluindo uma forte produção doméstica e importação de outros países”), os kits começaram a ser comercializados após algumas empresas alimentares e transportadoras terem alertado para a possível falta de alimentos nos supermercados nos tempos imediatamente a seguir à saída do Reino Unido da União Europeia.

Lançada há um mês, a Brexit Box já vendeu mais de 600 caixas. “Tentamos que a caixa tenha as coisas básicas que as pessoas podem precisar”, justificou James Blak, responsável pela empresa. O Brexit está marcado para 29 de março.