Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

'Coletes amarelos'. Detido em Paris um dos principais instigadores do movimento

Kiran Ridley/Getty

Drouet, um dos iniciadores da primeira mobilização nacional de “coletes amarelos” em 17 de novembro, foi preso quando se dirigia para os Campos Elísios

Um dos principais instigadores do movimento "coletes amarelos", Éric Drouet, foi nesta quarta-feira preso perto dos Campos Elísios, em Paris, por organizar um evento sem autorização prévia, anunciou fonte policial. De acordo com a mesma fonte, Drouet, um dos iniciadores da primeira mobilização nacional de "coletes amarelos" em 17 de novembro, foi preso quando se dirigia para os Campos Elísios.

Um pouco antes do meio-dia, este motorista de estrada -- por quem o líder do movimento França Insubmissa, Jean-Luc Mélenchon, disse sentir "fascínio" -- tinha apelado num vídeo no Facebook para uma "ação" na célebre rua parisiense. "Hoje à noite, não vamos fazer uma grande ação, mas queremos chocar a opinião pública. Vamos todos sem casacos" disse Eric Drouet.

Por volta das 19 horas, algumas dezenas de pessoas encontravam-se em frente ao restaurante da cadeia internacional McDonald's dos Campos Elísios, perto do Arco do Triunfo, e esperavam por Eric Drouet, sem, no entanto, vestirem os seus coletes, observou um jornalista da agência noticiosa France-Presse. A 22 de dezembro, Drouet já tinha sido preso em manifestações em Paris por "carregar uma arma proibida", crime pelo qual será julgado em 5 de junho.

Numa publicação no Twitter, Jean-Luc Mélenchon reagiu a esta nova detenção: "Novamente Éric Drouet preso, por quê? Abuso de poder. A polícia política persegue agora os animadores do movimento 'coletes amarelos'".